25 maio 2009

A VONTADE



As causas da felicidade não se acham em lugares determinados do espaço.
Elas estão em nós, nas profundezas da alma.
"O reino dos céus está dentro de vós", disse o Cristo.
Tal premissa é confirmada por várias outras doutrinas.
É na vida íntima, no desabrochar de nossas faculdades, de nossas virtudes, que está o manancial das felicidades futuras.
Olhemos atentamente para o fundo de nós mesmos.
Fechemos, por alguns instantes, nosso entendimento às coisas externas.
Depois de havermos habituado nossos sentidos ao silêncio, seremos capazes de ouvir vozes fortificantes e consoladoras.
As vozes de nossas próprias consciências.
Há poucos homens que sabem ouvir seus próprios pensamentos.
Raros são aqueles capazes de reconhecer e explorar os próprios potenciais.
Geralmente alguns de nós gastamos a vida em coisas banais, improdutivas.
Percorremos o caminho da existência sem nada saber a respeito de nós mesmos, de nossas riquezas íntimas.
E então nos perguntamos: como poderemos nos valer das nossas capacidades, orientado-as para um ideal elevado?

Pela vontade!

É através dela que dirigimos nossos pensamentos para um alvo determinado.
Na maior parte dos homens os pensamentos flutuam sem cessar.
Sua mobilidade constante e sua variedade infinita oferecem pequeno acesso às influências superiores.
É preciso saber concentrar-se, colocando o pensamento em sintonia com o pensamento divino.
Só assim a alma humana poderá ser envolvida pelo espírito divino, tornando-a, dessa forma, apta para realizar nobres tarefas.

A vontade é a maior de todas as potências e seu poder é ilimitado.
Sua ação é comparável a de um ímã.

O homem, consciente de si mesmo e de seus recursos latentes, sente crescerem suas forças na razão dos esforços que desenvolve em determinado sentido.
Sabe que, tudo o que de bem e bom desejar há de mais cedo ou mais tarde realizar-se, nesta ou em existência futuras, quando seu pensamento estiver de acordo com as leis divinas.

...............

Como é belo e consolador poder dizer: Conheço a grandeza e a força que habitam em mim.
Elas hão de ser meu amparo e minha certeza, em todos os instantes de minha vida.
Com o auxílio de Deus e dos benfeitores espirituais, hei de elevar-me acima de todas as dificuldades.
Vencerei o mal que ainda há em mim.
Abrirei mão de tudo o que me acorrenta às coisas grosseiras deste mundo, para levantar vôo em direção de estágios mais felizes.
Vejo claramente o longo caminho a ser percorrido.
Nada, porém, poderá me impedir de prosseguir nessa estrada.
Tenho um guia seguro que é a vontade de enobrecer-me e elevar-me.
Hei de conservar-me firme e inabalável, sempre em frente.
Com minha vontade conquistarei a plenitude da existência.

Para isso, basta que eu queira alcançar toda essa ventura com energia e com constância.
E diga, para mim mesmo, conclamando-me à elevação e à marcha, apressando-me, assim, para a conquista de meu próprio destino: a felicidade verdadeira.


Equipe de Redação do Momento Espírita, com base na terceira parte, item XX, do livro O Problema do Ser, do Destino e da Dor de Léon Denis.
Do site "Momento de Reflexão" - www.reflexao.com.br


Publicado por Renato Baptista

6 comentários:

Clau Assi disse...

Conhecer a grandeza e a força que habitam em mim para a partir dela enfrentar todas as dificuldade e encontrar a felicidade verdadeira.
Que linda mensagem!!
Que bela reflexão.
Renato, amigo, maravilhosas palavras.
Muito bom estar neste espaço. Prometo voltar mais vezes rsrs

Beijo ternurento

Clau Assi

mjtauil@gmail.com disse...

TUDO LINDO POR AQUI. Um cantinho de profunda paz. Aproveito e também deixo o meu abraço por esse presente que Deus lhe deu: a vida! Que Ele continue te abençoando
Meu beijo!

(também estou estudando. Faço o básico de teologia cristã)
Maria José Tauil

Maria José disse...

A felicidade é um estado interior, embora às vezes, precisemos forçá-la para se tornar uma boa rotina.
Passei aqui para dar uma espiadinha e me alimentar de boa leitura. Deixo-lhe um grande beijo e um ótimo final de semana.

Maria José disse...

Aqui estou de volta para ler estes maravilhosos textos. Desta vez, para lhe oferecer de presente um selo em SELO: BLOG INSTIGANTE, dado com muito carinho. Beijos.

poemas avulsos disse...

PERFEITO!

Maria João disse...

Caro Renato, gostei muito deste espaço. Os textos são de uma paz que acalma a alma... Gostei de saber que tem uma "costela" portuguesa ;-) Conhece Portugal? Coimbra é uma cidade linda, é a chamada "cidades dos estudantes", pois tem uma tradição universitária muito grande. Eu sou de Lisboa e tirei a minha licenciatura na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Já ouviu falar? Se tudo correr bem, em 2010 vou tirar lá o Mestrado (não sei como se diz no Brasil). Também conheço Lamego, no Norte de Portugal. Mas é um sitio mais simples, não tem tantos jovens ;-) Olhe, adicionei o Link do site "Casa da Poesia" à lista de sites de poesia do Gostos Pessoais. Espero que não se importe ;-)