24 outubro 2010

ALMA GÊMEA


ALMA GÊMEA


Alma gêmea de minha alma
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão

Quando eu errava no mundo
Triste e só, no meu caminho
Chegaste, devagarinho
E encheste-me o coração

Vinhas na benção das flores
Da divina claridade
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor

És meu tesouro infinito
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança
Como és todo meu amor

Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia
Serei tua escura agonia
Da saudade nos seus véus

Se um dia me abandonares
Luz terna dos meus amores
Hei de esperar-te , entre as flores
Da claridade dos céus


Poema de Emmanuel, ALMA GÊMEA, do livro Há dois mil anos!
Poema escrito para Lívia seu grande amor e alma gêmea.

5 comentários:

Renato Baptista disse...

Como mensagem de amor dos mais puros que se pode sentir, vem esse poema lindo confortar os corações e ensinar aos espíritos de cada um o que mais importa nessa e em toda as vidas.
Simplesmente um encanto solene e leitura para ser guardada e lida sempre que as aflições tomarem conta da alma.
..."Porque sou tua esperança
Como és todo meu amor"...versos lindos e engrandecedores.

Parabéns pela publicação tão especial que vem nos dar um grande alento e alegria.

Beijo*

Renato Baptista

Renato Baptista disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karina Aldrighis disse...

Lindo Blog Bea, gostei muito deste novo projeto. Ótima iniciativa!

TÂNIA SUZART ARTS disse...

Amei "Estamos em paz".
Percebi que o Blog é antigo, mas só agora tomei conhecimento.
As menságens espíritas nos dão uma visão do amor, perdão, caridade tão claras e prontas para vivenciarmos nos nossos dias.
Parabéns!
Um grande abraço.

*Simone Fernandes* disse...

Que lindo esse blog Bea, realmente nos sentimos em paz.
Parabéns!!!

Bjosss,

*Simone*