02 abril 2010

BIOGRAFIA DO QUERIDO CHICO XAVIER



OBRIGADA IRMÃO QUERIDO, POR TUA VIDA DE ENTREGA TOTAL AO TRABALHO JUNTO AO MESTRE JESUS. À DEDICAÇÃO AO SEMELHANTE...... À TANTOS DE NÓS, NECESSITADOS DE PÃO, ALÍVIO, CONFORMAÇÃO, CARINHO E FORÇA.

TEU EXEMPLO NOS IMPULSIONA À CAMINHAR AINDA COM MAIS FÉ, COM MAIS CORAGEM E AMOR PARA CONTINUARMOS NA SEARA DO MESTRE.

OBRIGADA CHICO XAVIER.
Beatriz Prestes



Confira a biografia de Chico Xavier
Publicado em 02.04.2010, às 07h32
Do Jornal do Commercio


2/4/1910 - Nasce, na cidade de Pedro Leopoldo (MG), Francisco Cândido Xavier, filho do operário João Cândido Xavier e da doméstica Maria João de Deus.

1914 - Começa a ter visões

29/9/1915 - Perde a mãe, com apenas 5 anos. O pai, sem condições de criar os nove filhos, os entrega a padrinhos e amigos. Chico sofre na companhia da madrinha, que lhe dava surras com vara de marmelo e enfiava um garfo em sua barriga, para “curá-lo” das visões que tinha. Chorava muito e sua mãe começou a aparecer a ele para incentivá-lo a ter paciência

1917 - O pai de Chico casa-se novamente; desta vez com Cidália Batista, que reuniu todos os enteados para criar e ainda teve seis filhos

1919 - Começa a trabalhar, aos 8 anos, numa fábrica de tecidos

1923 - Conclui o primário

1924 - Com problemas nos pulmões devido ao trabalho, é aconselhado a deixar a fábrica. Emprega-se como atendente num bar

1926 - Vai trabalhar no armazém do ex-marido da madrinha

1927 - Depois de ver a irmã curada de uma obsessão após se tratar com um casal de espíritas, a família institui o culto do Evangelho no Lar (leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo em reunião semanal em casa). Decide dedicar-se ao espiritismo. Funda, em 21 de junho, em Pedro Leopoldo, o Centro Espírita Luiz Gonzaga. Numa sessão em 8 de julho, tomou o lápis e começou a escrever freneticamente. No fim, foram 17 páginas, assinadas por um “amigo espiritual”. Dois dias depois, psicografa uma mensagem da mãe

1928 - Começa a psicografar poemas, a maioria anônimos, e a sofrer perseguição de religiosos e intelectuais

1931 - Cidália morre em março e pede a Chico que não deixe os irmãos se separarem de novo. O espírito Emmanuel, seu guia até o fim da vida, aparece a ele e revela sua missão. Sente pela primeira vez, os sintomas de uma catarata incurável que reduziu a visão no olho esquerdo e lhe provocou muita dores e sangramentos até o fim da vida

1931 a 1932 - Psicografa diversos poemas depois condensados na primeira de suas publicações: Parnaso de Além Túmulo, que reúne 59 textos de 14 poetas famosos brasileiros e portugueses mortos, e é lançado em 9/7/1932. A publicação foi considerada um escândalo, gerando reação até da Academia Brasileira de Letras. A renda do livro é revertida para a Federação Espírita Brasileira (FEB), assim como todos os demais livros dele.

1933 - Começa a fazer bicos na Fazenda Modelo do Ministério da Agricultura, em Pedro Leopoldo. Em 1935, foi contratado como escrevente-datilógrafo e trabalhou na fazenda até se aposentar no final dos anos 50, por invalidez (doença incurável nos olhos). Apesar da precária saúde e do trabalho no centro espírita fora das horas de serviço, nunca teve uma única falta ou gozou licença médica, conforme registros do ministério, citados pela FEB

1938 - Começa a psicografar em outubro o texto do livro Há dois mil anos, ditado por Emmanuel e publicado no ano seguinte.

1943 - Começa a psicografar o livro Nosso lar, do espírito André Luiz, publicado em 1944 e até hoje seu best-seller, com 1.782.000 exemplares vendidos até janeiro de 2010. O livro é um primeiro de uma série de 11 do autor que descreve a vida no além

1944 - Enfrenta e vence ação movida pela família de Humberto de Campos, questionando a autencidade de livros do autor que teriam sido psicografados por Chico e cobrando direitos autorais.

5/1/1959 - Mudou-se para Uberaba, iniciando nessa mesma data, as atividades mediúnicas, em reunião pública da Comunhão Espírita Cristã. A cidade se tornou pólo de atração de inúmeros visitantes do Brasil e exterior

1967 - Começa a receber, em sessões públicas, recados de mortos para suas famílias, o que aumenta ainda mais a peregrinação a Uberaba

1971 - Em 28/7, participa do programa de entrevistas Pinga-Fogo, na TV Tupi, que bate recorde de audiência e dura três horas, em vez dos 60 minutos previstos inicialmente. Em 21 de dezembro, volta ao programa, que desta vez teve quatro horas de duração

1976 - Sofre crises de angina e dois infartos até 1982, quando passa a precisar ser assistido permanentemente por um médico, o clínico geral Eurípedes Vieira, e a tomar medicamentos diariamente.

1979 - Uma carta psicografada por ele ajuda a inocentar, em Goiânia, José Divino Nunes, acusado de matar o melhor amigo, Maurício Henriques. Foi a primeira vez que a Justiça aceitou uma psicografia como prova válida

1981 - É indicado ao Prêmio Nobel da Paz por 10 milhões de brasileiros

2000 - É eleito o Mineiro do Século, numa promoção da Rede Globo Minas

30/6/2002 - Morre, aos 92 anos, de parada cardíaca, em casa em Uberaba (MG). Foi enterrado em 2/7/2002 com honras militares debaixo de uma chuva de pétalas de rosas. Fila de 4 km foi formada durante seu velório. Pelo caixão passaram 40 pessoas por minuto

2006 - É eleito o maior brasileiro da história numa votação promovida pela Revista Época

2010 - Centenário do seu nascimento

Fontes: Biografia elaborada por Marival Veloso Matos, presidente da União Espírita Mineira, e livro As vidas de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior (Editora Planeta, 2003)

3 comentários:

SolBarreto disse...

Adorei Beatriz...ele merece e deve ser lembrado sempre!

Renato Baptista disse...

Beatriz...

Que publicação mais linda. Um Santo homem... como poucos, e que entregou sua vida para o bem, doando-se como espírito de luz que é e permanece.
Seu trabalho neste blog está fantástico... parabéns e obrigado por mantê-lo desta forma... ele nasceu exatamente numa fase de mudança de vida e está cada vez mais perfeito.

Beijo* grande.

martins111 disse...

Querida irmã em Jesus Cristo, estamos feitos aqueles castelos medievais, cada qual com sua denominação, com uma forte guarda armada sobre as muralhas, para que não haja invasão por parte do outro castelo.
Assim perdemos de compartilhar conhecimentos fundamentais, experiências unicas que cada sociedade religiosa tem.
Agradeço por sua passagem em blog e suas palavras de amizade. Quero te convidar que visite o meu castelo o endereço está em blog, chama-se REDE GOSPEL EVANKUT. Não é muito diferente dos outros castelos, mas aqui a guarda tem sido tolerante, tivemos a oportunidade de compartilhar, boas experiências no Espírito Santo Verdadeiro. Ficaria muito feliz se minha dileta irmã, ainda que eu não entenda nada de espiritismo, sou no entanto, um admirador do Chico Xavier, homem verdadeiramente abençoado pelo Espírito Santo Verdadeiro, que demonstrou com sua vida humilde na presença de Jesus Cristo.
Por não saber nada e viver em um castelo extremamente guardado, gostaria que minha irmã, viesse ser minha amiga e compartilhasse conosco um pouco do que é ser espírita. Claro, que o meu convite não imunizará contra a revolta dos mais velhos do castelo. Mas isso não significa nada, porque uma vez convidada por mim só eu posso tirar sua presença de meu Evankut, só peço que a irmã, comece pelo primário. Um grande abraço do seu admirador João Joaquim Martins.